PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Gafisa investe em campanha para aumentar vendas no 3° trimestre

Fabiola Moura

30/08/2019 11h16

(Bloomberg) — A Gafisa vai começar nos próximos dias uma campanha de marketing para levantar até R$ 300 milhões com a venda de 500 apartamentos na cidade de São Paulo, depois que as receitas do segundo trimestre ficaram abaixo das estimativas.

A empresa também planeja captar até R$ 273 milhões com uma colocação privada de ações, elevando sua liquidez e preparando-se para retomar o crescimento no ano que vem, disse em entrevista o diretor presidente da empresa, Roberto Luz Portella. Ele assumiu há cinco meses, depois de uma mudança abrupta no controle da construtora. No tumulto, desde o começo do ano, a ação perdeu 65% do seu valor.

"Tivemos que parar os negócios para arrumar a casa," disse Portella na sede da Gafisa em São Paulo. "Nós retomamos as obras e agora queremos acelerar as vendas."

A campanha de vendas vem em um momento em que o mercado imobiliário dá sinais de recuperação. As vendas de imóveis residenciais na região sudeste aumentaram 35% no segundo trimestre em comparação ao mesmo período do ano anterior, segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Em fevereiro, o investidor Mu Hak You teve que liquidar sua posição de cerca de 50% nas ações com direito a voto da empresa. A Planner Corretora de Valores tornou-se a maior acionista da construtora depois de executar as garantias dos contratos a termo que havia intermediado para que You e seu GWI Group aumentassem sua fatia na Gafisa, segundo a CVM.

Desde então, uma nova gestão assumiu a companhia, que mudou de sede e reestruturou sua equipe de vendas. A Gafisa também contratou uma consultoria para ajudá-la a elaborar um plano estratégico de retomada do crescimento e captou R$ 132 milhões numa colocação privada.. Com os recursos, retomou os canteiros de obras que estavam paralisados.

"Queremos focar na qualidade da marca," diz Portella. "O momento da freada já passou."