PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Donos da Stripe agora são os empresários mais ricos da Irlanda

Tom Metcalf e Julie Verhage

25/09/2019 13h20

(Bloomberg) -- John e Patrick Collison venderam sua primeira empresa por US$ 5 milhões quando ainda eram adolescentes. Agora, pouco mais de uma década depois, a segunda startup dos irmãos é avaliada em US$ 35 bilhões, o que os torna os empresários mais ricos da Irlanda.

Com o valuation mais recente da processadora de pagamentos on-line Stripe, John, 29 anos, e Patrick, 31, têm um patrimônio líquido estimado em US$ 4,2 bilhões cada, segundo cálculos do Índice de Bilionários Bloomberg, o suficiente para a inclusão no ranking de 500 membros. A Stripe não quis comentar.

Na quinta-feira, a Stripe, com sede em São Francisco, anunciou que havia captado US$ 250 milhões em sua última rodada de financiamento, um valuation de US$ 35 bilhões. As únicas startups dos Estados Unidos com valuations mais altas este ano são a gigante de vaping Juul Labs e a We Co., controladora da empresa de coworking WeWork.

Mas os valores dessas duas empresas agora são questionados. Um número crescente de doenças e mortes associadas ao vaping levou alguns governos a banir os produtos da Juul, e as estimativas de Wall Street para o valuation da We foram rebaixadas em meio ao escrutínio das práticas de governança pouco ortodoxas do cofundador Adam Neumann.

A fortuna dos irmãos irlandeses supera a dos compatriotas Denis O'Brien, magnata das telecomunicações, e financista Dermot Desmond. O patrimônio dos Collisons se equipara ao dos empresários do Vale do Silício, como o cofundador do Uber, Travis Kalanick, e está acima da fortuna de Brian Chesky, do Airbnb, Evan Spiegel, da Snap, e Daniel Ek, do Spotify, de acordo com dados da Bloomberg.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Tom Metcalf London, tmetcalf7@bloomberg.net;Julie Verhage em Nova York, jverhage2@bloomberg.net