PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Prêmio de minério de qualidade cai com procura por baixo teor

Krystal Chia

14/10/2019 12h57

(Bloomberg) -- O mercado de minério de ferro enfrenta um ano tumultuado, marcado pela volatilidade de preços, mineradoras que tentam contornar cortes de fornecimento e demanda desaquecida na China. Nos bastidores, a preocupação é sobre o esmagamento da diferença entre os teores, derrubando a teoria de que produtos de alta qualidade exigirão um prêmio maior.

A diferença entre uma tonelada padrão de minério com 62% de teor de ferro e a matéria-prima com teor de 65% de ferro era de cerca de US$ 7 na semana passada, ou aproximadamente 7%, segundo dados da Mysteel Global. No início do ano, o spread era de 19% e, em meados de 2018, o minério de alta qualidade era 40% mais caro. Ao mesmo tempo, o desconto entre o minério de teor inferior e o de referência diminuiu.

A compressão dos teores é outro fator que pesa em um ano agitado, embora tenha sido mascarado pelo drama em primeiro plano. A noção de que o minério de maior qualidade exigiria um grande prêmio foi um dos principais pontos de discussão do mercado em 2017 e 2018. A Vale chegou a dizer que as diferenças entre os tipos de minério vieram "para ficar". Mas, com o desenrolar de 2019, uma queda na rentabilidade das usinas - provocada em parte pelo rompimento de uma barragem em uma mina da Vale que desencadeou um rali - diminuiu os diferenciais.

"O setor siderúrgico está em dificuldades, então as usinas de aço não tentam maximizar a produtividade do altos-fornos no momento", disse Erik Hedborg, analista sênior do CRU Group. "Elas tentam economizar custos mudando para minérios de menor teor, o que aumenta a demanda por matéria-prima mais barata." Uma queda dos preços do carvão também impulsionou a preferência pelo minério de baixo teor, de acordo com Hedborg.

Perdas

Um indicador da Bloomberg sobre a rentabilidade das usinas na China mergulhou em território negativo em agosto e, embora tenha recuperado brevemente terreno depois, voltou a mostrar perdas este mês. Nessas circunstâncias, as siderúrgicas gravitam em direção a teores mais baixos.

O prêmio entre o minério de maior qualidade e o minério de referência também diminuiu nos últimos meses porque houve aumento na oferta de produtos de melhor qualidade da Vale, mesmo diante dos esforços da mineradora para recuperar a produção depois da tragédia de Brumadinho.

Após o rompimento da barragem, a Vale tem aumentado a produção do Sistema Norte, que produzem minério com maior teor de ferro, de acordo com o analista do Marex Spectron Group, Hui Heng Tan. Essa parte das operações da empresa inclui o Projeto S11D, que produz minério de alto teor.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net