IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Aramco escolhe nomes de peso em Wall Street para coordenar IPO

Matthew Martin, Dinesh Nair, Sonali Basak e Archana Narayanan

17/10/2019 14h14

(Bloomberg) -- A Saudi Aramco recorreu à ajuda de uma ex-conselheira de segurança nacional de Donald Trump e de um ex-líder da maioria na Câmara dos Deputados para realizar o maior IPO do mundo.

A ex-funcionária do governo Trump Dina Powell, sócia do Goldman Sachs, e Eric Cantor, vice-presidente do conselho do Moelis & Co., estão entre as dezenas de veteranos de Wall Street contratados para vender ações da petroleira estatal da Arábia Saudita. A lista de banqueiros se parece com o "quem é quem" das finanças, destacando a importância da Arábia Saudita um ano depois que o assassinato de um crítico do governo, Jamal Khashoggi, provocou um certo nervosismo ao fazer negócios com o país.

No final do mês, muitos dos banqueiros da Aramco deverão participar da Future Investment Initiative - uma conferência anual para mostrar as aspirações do reino que foi apelidada de Davos no Deserto. O governo saudita deve dar luz verde oficial ao IPO em uma reunião na quinta-feira, com o objetivo de levantar cerca de US$ 40 bilhões para o fundo soberano do reino, e um anúncio formal deve ocorrer no domingo.

Amigos importam

A Aramco contratou cerca de 25 instituições para vender as ações. Muitos bancos passaram anos cortejando autoridades para conseguir um lugar lucrativo na lista, fazendo várias ofertas aos executivos da Aramco e mantendo laços, mesmo com o atraso. Embora a seleção de bancos como HSBC Holdings e JPMorgan Chase - que há muito dominam as negociações no reino - era esperada, outros mandatos são mais surpreendentes e destacam como as relações pessoais e a lealdade são mais importantes do que nunca.

Assessores financeiros do IPO como Moelis, Lazard e Michael Klein desempenharam papel fundamental na seleção de bancos e no trabalho para garantir que a Aramco pudesse garantir suas expectativas de valuation, informou a Bloomberg News. Klein, ex-executivo do Citigroup com laços de longa data no reino, foi especialmente importante para fechar o acordo.

Embora muitos investidores devam vir do próprio reino, mais de 300 bancos trabalham na promoção do IPO em todo o mundo. A Aramco tem como alvo um valuation de pelo menos US$ 2 trilhões - mais que o dobro do valor de mercado da Apple.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Matthew Martin Dubai, mmartin128@bloomberg.net;Dinesh Nair em Londres, dnair5@bloomberg.net;Sonali Basak New York, sbasak7@bloomberg.net;Archana Narayanan Dubai, anarayanan16@bloomberg.net

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia