PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ricos da AL aumentam consultas sobre investimentos, diz gestora

Justin Villamil

30/10/2019 13h03

(Bloomberg) -- Algumas das famílias mais ricas da América Latina buscam direcionar suas fortunas para outros países diante da onda de protestos de Quito a Santiago. A TwinFocus Capital Partners diz que pode ajudar.

Um aumento das consultas levou a gestora de recursos, que administra US$ 7 bilhões em ativos, a considerar a abertura de um escritório em Miami, segundo o cofundador Paul Karger.

A volatilidade "é francamente um bom negócio para nós", disse Karger durante entrevista em Boston. As famílias "estão realmente focadas em tentar em enviar ativos para fora de seus países e na diversificação em relação a esse risco-país muito específico".

Nas últimas semanas, protestos violentos contra o aumento do custo de vida chegaram a quase paralisar partes do Equador e do Chile. Na Argentina, o candidato de esquerda venceu as eleições presidenciais, o Peru está em meio a uma crise política e o México enfrenta maior violência causada pelas drogas.

Enquanto a onda de instalibilidade se espalha, a TwinFocus já trabalha com clientes do Brasil, Argentina e Chile, segundo o diretor de investimentos John Pantekidis. Um escritório em Miami permitiria ganhar mais clientes na América Latina que desejam comprar ou transferir ativos para os EUA.

O aconselhamento tributário está entre os tópicos de maior demanda para preservar a fortuna de famílias na região.

"As oportunidades são amplas, especialmente com essas famílias", disse Pantekidis. "Os filhos começam a vir aqui para ir à faculdade, os pais podem vir por razões médicas e as implicações além das fronteiras são enormes, sejam elas relacionadas a impostos ou investimentos. Empresas como a nossa prosperam com a complexidade que isso implica."

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net