PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

CEO da Danone planeja reforçar batalha contra desigualdade

Corinne Gretler

12/11/2019 11h21

(Bloomberg) -- Uma coalizão formada por algumas das maiores empresas do mundo, como Danone, Unilever e Mars, planeja expandir projetos voltados ao combate à desigualdade.

O grupo de 40 empresas, batizado de Business for Inclusive Growth, ou B4IG, realizou a primeira reunião do conselho na segunda-feira para discutir ideias sobre como lidar com questões como igualdade de gênero ou ajudar refugiados a conseguir um emprego. Um programa de incubadora de empresas agora pretende ampliar mais de 60 projetos que receberam compromissos de investimento de US$ 1,4 bilhão.

A iniciativa é patrocinada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que planeja oferecer uma ferramenta para medir o impacto dos projetos. O grupo, liderado pela Danone, havia prometido na reunião de cúpula do G-7, em agosto, apoiar o crescimento inclusivo e, desde então, atraiu mais participantes, como UniCredit e Michelin.

"Vemos a responsabilidade de introduzir mudanças concretas na maneira como as empresas fazem negócios", disse o diretor-presidente da Danone, Emmanuel Faber, em entrevista.

A lista de iniciativas inclui o apoio da Danone e Mars a pequenas fazendas com baixa produtividade, com a adoção de práticas sustentáveis que aumentam a receita. A Henkel e outras empresas alemãs iniciaram um projeto que oferece estágios e programas de treinamento para refugiados, com o objetivo de facilitar sua integração. Um projeto de reciclagem de plástico da BASF na Nigéria visa criar 15 mil empregos até 2025, dos quais 60% serão destinados às mulheres. E a Unilever apoia redes de serviços de duchas móveis para os sem-teto.

"A esperança é de que essas iniciativas inspirem políticas públicas", disse Faber.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

PUBLICIDADE