PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Até os melhores traders podem se decepcionar com bônus em 2019

Sonali Basak

26/11/2019 10h56

(Bloomberg) -- Especialistas em investimento quantitativo em Wall Street estão em alta, mas isso não garante aumentos significativos dos bônus.

Muitos profissionais com habilidades tecnológicas do sell-side devem receber este ano o mesmo valor de 2018, enquanto a maioria dos traders provavelmente terá bônus mais baixos, segundo análise da empresa de recrutamento Options Group. Traders de renda variável podem ser os mais afetados, enquanto os que trabalham com produtos de crédito e securitizados estão entre os únicos grupos com expectativa de receber bônus maiores.

Os chamados traders quant observam uma concorrência menos rigorosa quando trocam um banco por outro, disse Michael Karp, CEO do Options Group. Empresas de tecnologia têm maior apelo, já que estão dispostas a pagar mais por talentos.

O primeiro semestre de 2019 foi o pior para mesas de trading de Wall Street em uma década. Mas o terceiro trimestre foi melhor, pois hedge funds e outros investidores institucionais capitalizaram momentos de volatilidade dos mercados, e não foram muito abalados pelo nervosismo. Isso ajudou operadores, embora nem todos. A consultoria de remuneração Johnson Associates disse no início do mês que bônus em todo o setor devem ser menores de uma maneira geral.

SeKarp disse que bônus estáveis não significam que habilidades quantitativas não estejam em alta demanda. As mesas de trading agora são mais eletrônicas, e os bancos buscam profissionais que possam criar e supervisionar algoritmos, inclusive para produtos de renda fixa.

Grandes bancos "ainda pagam mais por traders que são bons", disse Karp, acrescentando que a remuneração, no entanto, ainda está muito abaixo do que era antes da crise financeira.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net