PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Governo espera que mercado de títulos verdes financie Ferrogrão

Marianna Aragao

28/11/2019 09h41

(Bloomberg) -- O governo brasileiro espera que a demanda de investidores globais por dívida verde ajude a captar recursos para grandes projetos de infraestrutura, como um corredor ferroviário de bilhões que atravessará parte da floresta amazônica.

O governo busca um "selo verde" para a Ferrogrão, orçada em US$ 3,1 bilhões, e para outros projetos em seu programa de concessões de infraestrutura de US$ 46,9 bilhões, disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em entrevista em Londres na terça-feira.

Os direitos de operação da Ferrogrão deverão ser leiloados no primeiro semestre de 2020. O governo trabalha com a Climate Bond Initiative para obter os certificados que permitirão que empresas privadas interessadas em comprar as concessões financiem seus investimentos por meio da oferta de títulos de dívida verde.

Para o projeto ferroviário, os certificados verdes viriam de uma potencial redução do número de caminhões que transportam grãos pela região, diminuindo as emissões de carbono e o desenvolvimento da terra, afirmou o ministro.

A demanda global por dívida sustentável, que incluem os títulos verdes, está em alta este ano, somando US$ 346 bilhões em emissões, segundo a BloombergNEF. Na Europa, seis emissores, como a operadora de parque eólico dinamarquesa Orsted e a coletora de lixo espanhola FCC Medio Ambiente, foram ao mercado na quarta-feira para vender dívida verde.

Mas a iniciativa do governo brasileiro pode enfrentar ceticismo de alguns investidores, depois que relatórios mostraram que o desmatamento na Amazônia deu o maior salto em mais de uma década. Também há a preocupação de que o governo Jair Bolsonaro não esteja tomando as medidas necessárias para proteger a floresta amazônica. Em agosto, investidores como a Nordea Asset Management suspenderam as compras de títulos do governo brasileiro como resposta.

No mês passado, o governo se comprometeu em acelerar a emissão de títulos verdes no mercado doméstico, e também já havia prometido usar os títulos para financiar exportações agrícolas.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net