PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Louis Dreyfus corta custos diante de fraco resultados em trading

Andy Hoffman e Alfred Cang

28/11/2019 15h07

(Bloomberg) -- A Louis Dreyfus, gigante de trading no agronegócio que recentemente fez mudanças no alto escalão, planeja reestruturar operações e cortar custos em meio aos fracos resultados no segmento.

A trading com sede em Roterdã enviou um comunicado aos funcionários esta semana para explicar um novo programa de redução de gastos. "Podemos confirmar que a mensagem anunciou medidas para otimizar a base de custos da empresa, tendo em vista o ambiente externo desafiador", disse uma porta-voz da LDC por e-mail.

O lucro da trading, fundada há 168 anos, diminui diante da guerra comercial global, surto da peste suína africana e supersafras que reduziram a volatilidade dos preços, que rendem ganhos aos traders. No início do mês, a LDC anunciou mais uma mudança no alto comando, com a saída do diretor de operações Andrea Maserati, confidente da acionista controladora Margarita Louis-Dreyfus.

O memorando, enviado aos funcionários na quarta-feira e divulgado anteriormente pela Reuters, delineou restrições imediatas de alguns gastos.

"As decisões de curto prazo incluem restrições de viagens e despesas", disse a LDC no e-mail. A empresa também disse que atualmente realiza uma "revisão sistemática das decisões de contratação e aumento de salários".

"Qualquer decisão sobre outras ações será resultado de análises aprofundadas e parte dos processos internos da empresa", segundo o memorando.

O lucro da LDC caiu 45%, para US$ 71 milhões nos primeiros seis meses do ano. O CEO Ian McIntosh disse que não espera uma melhora antes de 2020.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Andy Hoffman em Genebra, ahoffman31@bloomberg.net;Alfred Cang Singapore, acang@bloomberg.net