PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Trading Louis Dreyfus faz demissões para cortar custos

Isis Almeida, Alfred Cang e Andy Hoffman

07/01/2020 14h51

(Bloomberg) -- A trading de commodities agrícolas Louis Dreyfus está fazendo demissões para reduzir custos diante da queda do lucro, segundo pessoas a par do assunto.

A maioria dos funcionários demitidos faz parte dos departamentos de suporte, back office e administrativo, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas. Os cortes começaram em dezembro, e não está claro quantos trabalhadores serão afetados, segundo as fontes.

A mudança ocorre semanas após a empresa, controlada pela herdeira bilionária Margarita Louis-Dreyfus, ter anunciado um programa de corte de custos e "revisão sistemática de contratações e aumentos salariais". Também segue a decisão da trading de vender alguns ativos e sair de certos negócios, disseram as pessoas.

Existe um "processo de revisão detalhado em andamento em toda a organização, o que pode incluir demissões quando relevantes", disse uma porta-voz da Louis Dreyfus por e-mail. A medida faz parte dos planos de "se adaptar a um ambiente externo desafiador", mesmo quando a empresa se concentra em uma estratégia de negócios ambiciosa, disse.

A trading, fundada há 169 anos, enfrenta menores margens depois de anos de supersafras, que reduzem a volatilidade que operadores precisam para obter ganhos. A Louis Dreyfus também foi atingida pela guerra comercial e pela peste suína africana na Ásia, que reduziu a demanda por soja.

No ano passado, a Louis Dreyfus fechou um acordo para vender todos seus elevadores de grãos canadenses e anunciou que sairia do setor de laticínios. A empresa também vendeu as operações de metais e partes de sua unidade de fertilizantes nos últimos anos.

O lucro da empresa caiu 45%, para US $ 71 milhões, no primeiro semestre do ano passado, e o CEO Ian McIntosh alertou em outubro que as perspectivas continuariam difíceis pelo resto do ano.

--Com a colaboração de Jack Farchy, Javier Blas e Jonathan Gilbert.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Isis Almeida em Londres, ialmeida3@bloomberg.net;Alfred Cang Singapore, acang@bloomberg.net;Andy Hoffman em Genebra, ahoffman31@bloomberg.net