PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Minério de ferro pode perder resistência com mudança de cenário

Krystal Chia

11/03/2020 07h33

(Bloomberg) -- O minério de ferro tem sido capaz de resistir à piora do mercado causada pelo surto de coronavírus, que castigou outras commodities industriais. Fatores como oferta apertada, expectativas de estímulo e sinais de que usinas da China seguem com a produção de aço sustentam a commodity. No entanto, o primeiro pilar desse trio pode começar a ceder e colocar os preços em risco.

Embora na quarta-feira dados de exportação da Austrália, o maior fornecedor, tenham confirmado a desaceleração, os números foram acompanhados de previsões de recuperação dos fluxos nos próximos meses. O aumento da oferta marítima pode arrastar os preços de volta para a casa de US$ 70 a tonelada, disse o National Australia Bank em relatório.

O comércio global de minério de ferro é dominado por grandes mineradoras na Austrália e no Brasil, como BHP, Rio Tinto e Vale, e produtores de ambos os países sofreram impacto na oferta este ano. Ciclones atingiram portos na Austrália, enquanto fortes chuvas no Brasil prejudicaram as operações, o que impulsionou os preços quando a maioria das outras commodities, do petróleo ao cobre, ia na direção oposta.

"As interrupções no fornecimento - como o ciclone tropical Damien no oeste da Austrália e as fortes chuvas e restrições regulatórias no Brasil - fizeram certa pressão de alta no curto prazo", segundo o National Australia Bank. "O alívio desses fatores, juntamente com a fraqueza prolongada da demanda devido ao impacto global da Covid-19, deve adicionar alguma pressão de baixa aos preços do minério de ferro."

Port Hedland, principal porta marítima de exportação da Austrália, embarcou 38,8 milhões de toneladas em fevereiro, abaixo do volume no mesmo mês do ano anterior, segundo a autoridade portuária. O volume enviado em janeiro também ficou abaixo da cifra de 2019. Dados do Brasil também mostram que os fluxos do país nos dois primeiros meses de 2020 também ficaram abaixo dos números do ano anterior.

Embora o minério de ferro acumule baixa de 4,7% este ano, o cobre caiu mais de 9% e o petróleo tipo Brent perdeu 44% em meio à guerra de preços entre Rússia e Arábia Saudita. O National Australia Bank projeta o preço médio do minério de ferro em US$ 75 este ano.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net