PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Gol negocia com a Delta para adiar pagamento de US$ 300 milhões

Cristiane Lucchesi

09/06/2020 12h46

(Bloomberg) — A Delta Air Lines está em negociações para permitir que a Gol adie os pagamentos de um empréstimo de US$ 300 milhões de vencimento em agosto, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto. A Delta é garantidora do empréstimo.

As negociações estão em andamento e espera-se um acordo de ampliação no prazo de pagamento, disseram as pessoas, pedindo para não serem identificadas porque as discussões são privadas. Não foram fornecidos detalhes adicionais sobre as conversas. Victor Mizusaki, analista do Banco Bradesco BBI, disse em um e-mail de 5 de junho a clientes ao qual a Bloomberg teve acesso que ele espera que as discussões sejam concluídas em breve, o que deve aliviar a posição de caixa da Gol.

A Delta é garantidora do empréstimo de vencimento em cinco anos que a Gol contratou em agosto de 2015, pagando uma taxa de juros anual de 6,5%. O Morgan Stanley atuou como agente administrativo e representante dos credores, afirmou a Gol em comunicado na época. As ações ordinárias emitidas pela Smiles, o programa de milhagem da companhia aérea brasileira, foram usadas como garantia à Delta, de acordo com o comunicado.

A Gol e seus pares globais estão enfrentando a pior crise do setor, já que a pandemia do Covid-19 reduz as viagens aéreas. Mas enquanto as empresas aéreas europeias e americanas receberam ajuda por meio de empréstimos subsidiados e outros auxílios, os governos latino-americanos demoram a fechar pacotes de resgate. Duas das maiores operadoras da região - a Latam Airlines, do Chile e a Avianca, da Colômbia - já entraram com pedido de proteção judicial contra credores nos Estados Unidos.

Quando indagada sobre o empréstimo e as negociações, a Gol se referiu a declarações públicas anteriores, incluindo uma teleconferência em maio, na qual o vice-presidente financeiro Richard Freeman Lark Jr. disse que a empresa planejava pagar o empréstimo de US$ 300 milhões em agosto, bem como debêntures de cerca de R$ 150 milhões em setembro. O Morgan Stanley não quis comentar. A Delta também não comentou nem confirmou as negociações, apontando para a menção ao empréstimo em suas demonstrações financeiras do primeiro trimestre.

Nessas demonstrações, a Delta disse que o empréstimo não havia sido registrado como um passivo no seu balanço de 31 de março, mas afirmou que "há um risco maior relacionado à capacidade da Gol de pagar o empréstimo, o que pode exigir o nosso desembolso da garantia". A Delta também afirmou que, com base no valor de mercado no final do primeiro trimestre, "aproximadamente 50% de nossa garantia está coberta por ações da Gol na Smiles".

A Moody?s estimou em relatório na semana passada que a Gol tinha cerca de R$ 3,5 bilhões em caixa no final de abril de 2020. O pagamento do empréstimo mais o título no mercado local consumiria cerca da metade disso.

Os US$ 650 milhões em títulos da Gol com vencimento em 2025 estão sendo negociados a 61 centavos de dólar por dólar, com rendimento de 20% ao ano. As notas eram negociadas acima do par no início do ano.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia