PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

México diz que pode ajudar Venezuela com oferta de combustível

Nacha Cattan e Lorena Rios

15/06/2020 12h56

(Bloomberg) -- O presidente mexicano Andrés Manuel Lopez Obrador disse que estaria disposto a vender gasolina para a Venezuela como um gesto humanitário, apesar das sanções dos EUA contra o país.

"Se eles pedissem e fosse uma necessidade humanitária, faríamos", disse Lopez Obrador em resposta a pergunta, acrescentando que a Venezuela não pediu ajuda ao México no momento. "Ninguém tem o direito de oprimir os outros."

A Venezuela enfrenta escassez de gasolina depois de anos de má gestão da produção e infraestrutura de refino. A venda de combustível para o país provavelmente resultaria em sanções pelo governo dos EUA, que impedem que outros países e empresas trabalhem com o governo de Nicolas Maduro.

A Venezuela recorreu recentemente ao Irã para ajudar a reparar refinarias e reabastecer os estoques de combustível à medida que a produção doméstica evaporava em meio às sanções. Em resposta, o governo dos EUA está preparando sanções adicionais para até 50 navios-tanque de petróleo e combustível como parte de um esforço para interromper o comércio entre os dois países, segundo uma pessoa familiarizada com o assunto.

Enquanto o México é um grande exportador de petróleo, também depende de gasolina importada principalmente dos EUA para ajudar a atender seu consumo doméstico. As exportações de gasolina do país são insignificantes.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia