PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Clientes ricos devem evitar bolhas de ações, recomenda UBS

Ksenia Galouchko

19/06/2020 14h23

(Bloomberg) -- A maior gestora de patrimônio do mundo tem um recado para qualquer cliente tentado a seguir os chamados "day traders" em algumas das ações mais exóticas do mercado em busca de um dinheiro rápido: não siga.

Ações de empresas pouco conhecidas como Fangdd Network e Nikola dispararam - algumas vezes em questão de dias ou horas - durante o recente rali do mercado, mas Charles Day, da UBS Global Wealth Management, diz que clientes de alta renda devem continuar com nomes mais seguros.

"Ações das quais eu nunca tinha ouvido falar há três meses, de repente, são as mais ativas - não é para onde os investidores vão, é para onde operadores ou amadores podem ir", disse Day, diretor-gerente e consultor de patrimônio private na empresa suíça, que administra US$ 2,3 trilhões em ativos. "Se você for um investidor rico, precisa evitar pensar que está perdendo enormes retornos nessas ações."

Com o S&P 500 em alta de mais de 30% desde a mínima de março, o medo de ficar para trás impulsiona as compras de operadores diários, como os da corretora sem comissão Robinhood, que investe em empresas com pouco ou nenhum lucro e impulsiona o preço das ações. Investidores de varejo têm aberto novas contas de negociação em número recorde, por isso profissionais de Wall Street tentam descobrir até que ponto o apetite do varejo se tornou um profecia autorrealizável em muitas partes do mercado e quais os riscos que isso representa para o rali.

Diante das crescentes preocupações com o ritmo da recuperação econômica e de uma segunda onda de infecções, Day recomenda que os clientes se concentrem em ações de crescimento blue chip, de primeira linha, de varejo e tecnologia com fluxos de caixa constantes, bem como na busca de oportunidades em ações de valor mais baratas. Ele também aconselha manter posições em dinheiro e títulos do governo para proteção contra a potencial volatilidade.

Refletindo sobre uma incidência crescente de ações nas alturas, Day faz uma comparação com a quebra do mercado de 2000 "quando empresas obscuras estavam dobrando e triplicando mensalmente", disse em entrevista por telefone. Um dia, na semana passada, o preço da ação da Fangdd, uma pequena empresa imobiliária chinesa, multiplicou por 13 no vácuo de notícias, elevando seu valor de mercado para US$ 4 bilhões. Em apenas alguns dias, esse valor caiu para menos de US$ 1 bilhão.

"Se você for muito rico, quer ter alguma proteção contra sua desvantagem, para que se sinta mais confortável com seus ativos de risco", disse Day.

©2020 Bloomberg L.P.

Economia