PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Mais da metade de fechamentos nos EUA são permanentes, diz Yelp

Olivia Rockeman

22/07/2020 12h17

(Bloomberg) -- Mais da metade dos fechamentos temporários de empresas nos Estados Unidos no início da epidemia de Covid-19 agora são considerados permanentes, de acordo com o Yelp.

Dos 132.580 fechamentos listados no site em 10 de julho, 55% são permanentes, um aumento de 14 pontos percentuais em relação ao fim de junho, de acordo com o relatório Economic Average do Yelp divulgado na quarta-feira. Mais de 72.000 empresas foram fechadas permanentemente, sendo que Califórnia, Texas e Flórida respondem pela maior parte.

Quando há um grande número de casos de coronavírus em um estado, consumidores evitam frequentar estabelecimentos onde é difícil manter o distanciamento social, de acordo com o relatório do Yelp. Novos surtos de vírus nos EUA levaram 22 estados a reverter ou interromper a reabertura, segundo economistas do Bank of America, dificultando a operação das empresas.

O aumento dos fechamentos no longo prazo implica desaquecimento futuro do mercado de trabalho. Após dois meses sólidos de crescimento do emprego, o número de vagas pode encolher em julho devido ao aumento dos casos de coronavírus e novas paralisações.

Os restaurantes responderam pelo maior número de fechamentos permanentes no relatório do Yelp, seguidos pelos setores de varejo e beleza, bares e academias de ginástica. Embora muitos varejistas tenham conseguido mudar seus modelos para oferecer a retirada dos pedidos na calçada e encomendas online, as medidas não foram suficientes para dar fôlego aos negócios no longo prazo, de acordo com o relatório.

©2020 Bloomberg L.P.