PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cofco e Banco Mundial vão rastrear fazendas no Cerrado

Tatiana Freitas

31/07/2020 11h14

(Bloomberg) -- A Cofco International tem um novo parceiro para rastrear agricultores no Cerrado brasileiro.

O International Finance Corporation, braço do Banco Mundial, vai apoiar a subsidiária da Cofco no Brasil para desenvolver "uma cadeia de suprimentos mais rastreável e sustentável" no Matopiba, fronteira agrícola que ocupa um terço do bioma Cerrado.

A parceria terá como foco o rastreamento das fazendas de soja para garantir que cumpram os critérios ambientais e sociais da Cofco, afirmou o braço de trading da maior empresa de alimentos da China, em comunicado divulgado na sexta-feira. O rastreamento utilizará os limites das fazendas, imagens de satélite e dados oficiais para garantir que as propriedades estejam livres de trabalho forçado e não estejam localizadas em terras indígenas, unidades de conservação ou áreas embargadas, afirmou.

O projeto deve ajudar a Cofco a cumprir a meta anunciada no início do mês de rastrear completamente até 2023 toda a soja comprada diretamente no Brasil, maior exportador mundial da oleaginosa. Além de conhecer a origem do grão, a Cofco e o IFC também verificarão se as fazendas seguem as práticas que consideram apropriadas.

"Com este projeto, poderemos rastrear ainda mais os fornecedores não pré-financiados quanto aos principais critérios de sustentabilidade e identificar aqueles com quem queremos nos aproximar", disse Wei Peng, responsável global de sustentabilidade da Cofco International, em comunicado.

©2020 Bloomberg L.P.