PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Pandemia agiganta empresas de tecnologia e encolhe petroleiras

Rachel Adams-Heard

31/07/2020 15h15

(Bloomberg) -- Um trimestre que capturou o auge da pandemia torna a divisão entre gigantes de tecnologia e grandes petroleiras mais aparente do que nunca.

Facebook, Amazon.com e Apple superaram as estimativas de analistas na quinta-feira, resultado de compras online de mantimentos e demanda por entretenimento no iPhone enquanto cidades do mundo inteiro fechavam. Menos de 24 horas depois, Exxon Mobil e Chevron divulgavam perdas trimestrais recordes que, embora esperadas, mostraram a dimensão da queda da demanda por combustível quando voos foram aterrados e a mobilidade bloqueada.

Em um dia em que os balanços do setor de tecnologia deram impulso ao mercado em geral, as ações da Exxon e Chevron perderam terreno. A divergência pode ser mais destacada devido ao vírus, mas é uma tendência que começava a ganhar forma mesmo antes da Covid-19.

"É o clássico enigma do valor versus crescimento", disse o analista da Bloomberg Intelligence, Fernando Valle. "Você não pode crescer em petróleo agora. Não há retorno para o seu crescimento."

Para a Exxon, até o dividendo parece precário após anos de elevado financiamento. E a Chevron alertou que, apesar dos sinais de recuperação econômica, o resto do ano continuará desafiador.

"É uma indústria que realmente depende do acesso ao capital", disse Valle. "A 'Big Oil' vai enfrentar uma batalha difícil."

©2020 Bloomberg L.P.