PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Equipe global da BlackRock poderá trabalhar em casa até dezembro

Annie Massa

06/08/2020 13h25

(Bloomberg) -- A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, vai permitir que funcionários no mundo todo trabalhem remotamente até o fim de 2020.

A empresa, com sede em Nova York, permitirá que seus mais de 16 mil funcionários escolham entre trabalhar remotamente, no escritório ou uma combinação dos dois. Os escritórios da gestora começaram a reabrir após a adoção de um modelo de operações divididas na maioria dos locais, de acordo com memorando visto pela Bloomberg News.

O aviso, enviado aos funcionários em 3 de agosto, dizia que, devido a possíveis implicações fiscais e de conformidade, devem informar a empresa se estiverem trabalhando em um local diferente de seu endereço residencial registrado.

As maiores empresas de Wall Street estudam como e quando trazer funcionários de volta aos escritórios com segurança em centros financeiros globais, depois de recorrerem ao trabalho remoto em meio às paralisações para combater a pandemia de Covid-19. Na quarta-feira, o Wells Fargo disse que vai manter cerca de 200 mil funcionários trabalhando em casa até pelo menos 1º de outubro.

A orientação de longo prazo também está presente em anúncios feitos por empresas fora do setor financeiro, como pela Alphabet, dona do Google, que na semana passada disse que os funcionários poderão trabalhar de casa até julho de 2021.

Um porta-voz da BlackRock não quis fazer mais comentários além do informado no memorando.

©2020 Bloomberg L.P.