PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Google revela novo logo, com mudança de fonte e tradicional colorido

01/09/2015 16h30

San Francisco, 1 set (EFE).- O Google revelou nesta terça-feira seu novo logo, que mantém as tradicionais cores vermelho, azul, amarelo e verde, mas inclui um novo tipo fonte sem serifa e estilo mais arredondado.

"O Google mudou muito nos últimos 17 anos - desde a variedade dos nossos produtos até o visual e a experiência que os usuários têm com eles. Hoje, estamos mudando as coisas outra vez", afirmou a companhia americana em seu blog para anunciar o novo design.

O anúncio inclui um vídeo do Youtube que faz uma rápida lembrança da evolução da empresa desde os primeiros passos, como motor de busca, passando pela criação do Gmail, do navegador Chrome e dos serviços de mapas.

"Essa não é a primeira vez que mudamos nossa imagem e provavelmente não será a última, mas achamos que a atualização que fazemos hoje é um bom reflexo das maneiras pelas quais o Google trabalha para os usuários nas buscas, mapas, Gmail, Chrome e muitas outras", afirmou a empresa em seu blog.

"Achamos que pegamos o melhor do Google (simplicidade, colorido, imagem amistosa) e redesenhamos não só para o Google atual, mas também para o do futuro", acrescentou a companhia.

A "Wired", revista americana especializada em tecnologia, afirmou que o novo logo, com tipografia sans-serif, projeta uma imagem "mais suave e inofensiva" da empresa.

Apesar do meteórico crescimento e do faturamento anual de mais de US$ 60 bilhões, o Google garante que ainda tem um longo caminho a percorrer e que atualmente só é possível ver "a ponta do iceberg".

O novo logo foi divulgado duas semanas depois de a empresa, com sede em Mountain View (Califórnia), ter anunciado a criação de uma nova holding, a Alphabet, que inclui o Google e outras seis companhias. Entre elas estão a Calico, dedicada à pesquisa sobre longevidade, assim como a Nest, de dispositivos inteligentes para o lar, e a Fiber, a divisão que procura levar internet de alta velocidade às várias regiões dos Estados Unidos.

A holding também incluiu o Google X, que desenvolve ambiciosos projetos de pesquisa como o veículo sem motorista, assim como o Ventures e a Capital, braços do capital de risco e de financiamento de start-ups do Google, respectivamente.

PUBLICIDADE