Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,1%

Nova York, 1 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, fechou nesta segunda-feira em baixa de 0,1%, aos 16.449,18 pontos.

Ao final do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 17,12 pontos em relação ao pregão da última sexta. Já o seletivo S&P 500 caiu 0,04%, para 1.939,38 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 0,14% e fechou aos 4.620,37.

Os operadores do pregão nova-iorquino protagonizaram hoje uma sessão volátil que esteve marcada por uma nova queda do preço do petróleo nos mercados internacionais e novos dados econômicos piores que o previsto na China.

O barril do Texas, de referência nos Estados Unidos, caiu 5,95% e fechou em Nova York em US$ 31,62, enquanto o Brent, de referência na Europa e outros mercados, registrou baixa de 0,86% em Londres e terminou cotado a US$ 34,44.

Antes da abertura da bolsa em Nova York os investidores souberam que o índice de compras da indústria na China caiu em janeiro pelo sexto mês e se situou em seu nível mais baixo desde agosto de 2012.

Após registrar perdas na maior parte do pregão, o Nasdaq conseguiu se recuperar e terminar com avanços moderados, estimulado pelo bom desempenho de valores tecnológicos como Facebook (2,57%) e Google (1,24%), que apresentou seus resultados no fechamento.

As contas de sua matriz, Alphabet, superaram as previsões e suas ações subiram com força nas operações eletrônicas posteriores ao encerramento, de tal maneira que seu valor de mercado chegou a superar momentaneamente ao da Apple.

Os setores terminaram divididos entre as quedas do energético (-2,13%), do financeiro (-0,55%), do tecnológico (-0,28%), do de matérias-primas (-0,17%) e do industrial (-0,17%), e os avanços do de telecomunicações (1%) e do sanitário (0,26%).

A companhia petrolífera Exxon Mobil (-2,03%) liderou as perdas no Dow Jones, seguida por General Electric (-1,58%), 3M (-1,5%), Chevron (-1,36%), Cisco Systems (-1,3%), Goldman Sachs (-1,18%), Pfizer (-1,12%), JP Morgan (-1,08%) e Apple (-0,93%).

Do outro lado, as altas foram puxadas pela American Express (2,22%), na frente de Nike (1,84%), Wal-Mart (1,69%), Verizon (1,58%), Boeing (1,19%), Dupont (1,02%), Caterpillar (0,74%), McDonald's (0,64%), Unitedhealth (0,63%) e Home Depot (0,6%).

Em outros mercados, o ouro subia para US$ 1.129,2 a onça, enquanto a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos avançava até 1,948%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos