Bolsas

Câmbio

Odebrecht construirá nova pista do Aeroporto de Tocumen, no Panamá

Panamá, 5 fev (EFE).- A construção de uma nova pista no Aeroporto Internacional de Tocumen será feita pela construtora Odebrecht, que realizará as obras a um custo de US$ 13,9 milhões, informou nesta sexta-feira a administração do terminal aéreo.

A obra para o projeto e construção do sistema complementar e prolongamento das pistas de aeronaves, adjacente ao projeto de expansão do Terminal 2 (T2), foi concedita à Odebrecht mediante um ato de licitação pública.

A Odebrecht é a principal construtora no Panamá, onde realiza a 10 anos obras de grandes infraestruturas, com 11 mil postos de trabalho criados, mais de 90% para a mão de obra local.

Para este processo de licitação, a administração de Tocumen estabeleceu um valor de referência de US$ 14,7 milhões e um prazo de execução que compreende 18 meses.

Esta obra é complementar ao projeto de expansão do novo T2 e abrange a construção de 66 mil metros quadrados de superfície pavimentada para ampliar a capacidade do aeroporto.

A novidade facilitará o acesso à plataforma do Terminal 2 sem a necessidade de as aeronaves transitarem pelo atual espaço, o que melhorará a circulação dos aviões, somando mais capacidade operacional ao campo de voo.

Com essas obras, Tocumen poderá ter a curto prazo uma infraestrutura superior para agilizar a transferência dos passageiros e reduzir o tempo de espera em horas de alta movimentação no aeroporto.

"O novo T2 tornará o aeroporto em um dos 'hubs' de transporte líderes na região e permitirá garantir sua competitividade oferecendo a melhor experiência possível a passageiros e à crescente demanda de companhias aéreas registrada no país", afirmou o gerente geral do Aeroporto de Tocumen, Joseph Fidanque III.

Fidanque acrescentou que os investimentos para melhoras em pistas e plataformas "darão maior mobilidade e eficiência ao trânsito em terra, enquanto que permitirão reduzir distâncias entre aeronaves, agilizando a capacidade de operação do terminal aéreo".

O Aeroporto Internacional de Tocumen concedeu em janeiro ao consórcio panamenho-dominicano TRANSEQ/La Estrella o contrato por US$ 7,8 milhões para o projeto e a construção de uma de suas plataformas de estacionamento de aeronaves, adjacente à estação do Serviço de Extinção de Incêndios (SEI) do terminal aéreo.

Além disso, a costa-riquenha Meco realizará a reabilitação e melhora de pavimento na pista principal do aeroporto a um custo de US$ 12 milhões, segundo a informação oficial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos