Embraer prevê demanda de 1.570 aviões na região Ásia-Pacífico

São Paulo, 16 fev (EFE).- A Embraer prevê que as companhias aéreas da região Ásia-Pacífico encomendarão cerca de 1.570 aeronaves nos próximos 20 anos, o que representa 25% da demanda mundial para esse período, informou nesta terça-feira a empresa.

Em caso de concretização da venda, o valor total do pedido chegaria a US$ 75 bilhões, segundo um comunicado de Embraer.

A empresa respaldou sua projeção de demanda no "rápido desenvolvimento social e econômico" que experimentou a região da Ásia-Pacífico nas últimas décadas.

A Embraer acredita que a expansão da economia na região, com uma taxa de crescimento anual do PIB prevista de 4,1% para os próximos 20 anos, e o aumento da urbanização "aumentarão o rendimento familiar e aumentarão as despesas", incluindo as viagens aéreas.

De acordo com a empresa, a substituição das frotas mais antigas também representa uma oportunidade na região, onde existem mais de 250 aeronaves com entre 50 e 150 assentos com mais de 10 anos de uso.

A Embraer está presente em 11 países da Ásia-Pacífico, com mais de 20 clientes e 200 aeronaves voando na região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos