Bolsas

Câmbio

Vendas no varejo brasileiro caem 4,3% em 2015

São Paulo, 16 fev (EFE).- As vendas no varejo do Brasil caíram um 4,3% em 2015, em meio à aguda crise econômica que atravessa o país, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As vendas dos comerciantes em volume registraram no ano passado seu pior desempenho desde 2001, quando começou a ser medido este indicador.

Segundo o órgão, as vendas do varejo retrocederam 2,7% em dezembro em relação a novembro e 7,1% em comparação com o mesmo período do ano anterior, um mês que costuma ser favorecido pelas compras de Natal.

O IBGE atribuiu o incomum descenso das vendas em dezembro às "promoções" que ocorreram durante o mês de novembro, quando é realizado o Black Friday, um dia de descontos em todo o país.

Os dados refletem a forte desaceleração da economia brasileira, que segundo as projeções dos analistas privados, se contraiu 3,71% em 2015, o pior resultado nos últimos 25 anos.

De acordo com os dados divulgados pelo IBGE, seis das oito atividades analisadas apresentaram uma variação negativa em dezembro frente a novembro, e os móveis e eletrodomésticos registraram o pior resultado, com uma queda de 8,7%.

Na lista de setores cujas vendas caíram se situaram imediatamente depois os artigos de uso pessoal e doméstico (-3,6%), vestiário e calçados (-2,1%) e livros, jornais e revistas (-1,4%).

Apenas escaparam do vermelho os produtos de farmácia, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,4%) e os combustíveis e lubrificantes (0,5%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos