Bolsas de Londres e de Frankfurt negociam fusão

Londres, 23 fev (EFE).- A Bolsa de Londres - o London Stock Exchange (LSE) - e a alemã Deutsche Börse estão conversando sobre uma possível fusão, confirmaram nesta terça-feira as companhias em uma nota aos mercados.

A combinação das duas empresas, que facilitam os suportes para a negociação da bolsa, criaria um "grupo de infraestruturas para mercados globais baseado na Europa".

Segundo os termos da negociação em curso, os acionistas da bolsa alemã receberiam 54,4% dos títulos do grupo combinado, e os investidores da LSE 45,6%.

A fusão potencial "entre iguais" se estruturaria só em ações, de modo que os acionistas da LSE receberiam 0,4421 novos títulos por cada um dos seus e os da Deutsche Börse obteriam uma ação por cada uma das suas.

O grupo resultante teria um Conselho de Administração unitário composto por um número equitativo de diretores das duas empresas.

Segundo o comunicado, "a possível fusão apresenta uma oportunidade convincente para que ambas as companhias se reforcem mutuamente em uma combinação determinante para o setor, que criaria um grupo líder de infraestruturas para mercados globais baseado na Europa".

A combinação das estratégias, produtos, serviços e presença geográfica da LSE e da bolsa de Frankfurt permitiriam "oferecer um serviço completo aos clientes em nível global", explicaram.

Além disso, a união em um megagrupo propiciaria maior crescimento e economia, além de vantagens para os acionistas, como otimização de recursos e facilidades regulatórias.

Todos os negócios vinculados a cada uma das bolsas seguiria operando sob sua própria marca e sob seu atual marco regulatório, indicou o comunicado, que ressaltou que ainda estão pendentes as negociações em torno de vários aspectos da possível fusão.

De acordo com o texto, a transação só prosperará se houver um acordo total entre as partes e a proposta for aprovada pelos respectivos Conselhos de Administração.

A LSE, fundada em 1801, e a Deutsche Börse, criada em 1992, assinalaram que "não há certeza de que haverá nenhuma transação" e, em todo caso, qualquer operação estaria submetidaa à aprovação das autoridades reguladoras.

Segundo o comunicado, a Deutsche Börse tem até as 17h (GMT, 14h em Brasília) de 22 de março para informar se tem ou não a intenção concreta de fazer uma oferta pela bolsa de Londres.

As ações de ambas as empresas reagiram positivamente ao anúncio, e a London Stock Exchange Group subia 17,73% no índice FTSE-100 da bolsa de Londres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos