Bolsas

Câmbio

General Motors planeja demitir mais 1,5 mil trabalhadores no Brasil

Rio de Janeiro, 29 fev (EFE).- A General Motors comunicou nesta segunda-feira (29) ao sindicato um plano para despedir a 1.500 trabalhadores de uma fábrica no Brasil, após demitir, no início de fevereiro, outros 517 operários de outra fábrica no país.

As demissões seriam realizadas na fábrica da General Motors em São Caetano do Sul, cidade da região metropolitana de São Paulo, segundo informou o sindicato local.

Os trabalhadores afetados estavam desde outubro passado sem trabalhar, mas cobrando salário, em regime de suspensão temporária de contrato e tinham previsto retornar a seus postos na próxima semana.

No dia 1º de fevereiro, a empresa despediu outros 517 trabalhadores da fábrica em São José dos Campos, cidade localizada a 90 quilômetros de São Paulo.

Crise no setor

O setor de automóveis está imerso em uma profunda crise no Brasil, afetado pela recessão econômica, o aumento do desemprego, o encarecimento do crédito e a falta de confiança dos consumidores.

As vendas e a produção caíram no ano passado, o que levou as empresas automobilísticas a tomarem medidas para adequar a oferta à demanda, incluindo a concessão de férias coletivas e o aumento de demissões. 

Chevrolet renova visual e pacote do Tracker

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos