PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Indústria chinesa mostra contração pelo 7º mês consecutivo

01/03/2016 01h03

Pequim, 1 mar (EFE).- O índice geral de compras (PMI, sigla em inglês) da China, que mede a tendência da atividade industrial, mostrou contração no setor em fevereiro pelo sétimo mês consecutivo, segundo os cálculos divulgados nesta terça-feira pelo Escritório Nacional de Estatísticas do país asiático.

O PMI ficou em 49 pontos durante o segundo mês do ano, quatro décimos a menos que em janeiro. O indicador revela expansão industrial quando está acima dos 50 pontos e contração abaixo desse limite.

A tendência negativa foi corroborada pelo PMI extraoficial, que é elaborado pelo grupo de meios econômicos "Caixin", e que hoje situou a tendência no setor manufatureiro em 48 pontos, frente aos 48,4 de janeiro.

As estatísticas chinesas de janeiro e fevereiro costumam ser influenciadas pelas festividades do Ano Novo Chinês. O feriado acontece a cada ano em uma data diferente de um desses dois meses (este ano foi em 8 de fevereiro) e é habitualmente marcado pela redução da produção junto com o aumento do consumo.

Esses indicadores são elaborados através de pesquisas com as principais empresas chinesas.

O Escritório Nacional de Estatísticas também publicou hoje o PMI no setor serviços, que, por sua vez, mostrou expansão, já que se situou em 52,7 pontos, mas também evidenciou uma redução de oito décimos em relação aos números de janeiro.

Desde 2014, o setor serviços é o que mais contribui para o PIB chinês, após décadas de domínio da atividade industrial no gigante asiático.