Bolsas

Câmbio

Protestos do 1º de maio terminam com 18 detenções e dois feridos na França

Paris, 1 mai (EFE).- Dezoito pessoas foram detidas e duas ficaram levemente feridas, entre elas um policial, nas manifestações convocadas na França neste domingo por causa do Dia do Trabalho, anunciou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.

De acordo com os números divulgados em comunicado, cerca de 281 concentrações em todo o país, mas a maioria transcorreu "em boas condições".

Apesar da maioria dos protestos ter sido pacífica, o ministro destacou que em Paris houve "incidentes inaceitáveis por parte de uma minoria marginal e violenta", nos quais "foram lançados projéteis contra as forças da ordem e ocasionaram degradações".

Cazeneuve afirmou que esses distúrbios "foram controlados", garantiu que seus autores "deverão responder por seus atos perante a justiça" e parabenizou os agentes pelo trabalho.

As celebrações deste domingo em Paris contaram com aproximadamente 16 mil pessoas, segundo a polícia, e 70 mil, de acordo com os sindicatos. Em todo o país, o Ministério do Interior calculou em 84 mil o número de pessoas que foram às ruas por causa da data.

Os protestos anteriores, de 28 de abril, terminaram com 214 detenções e 78 agentes feridos, e levaram as autoridades a aumentar o dispositivo de segurança.

As manifestações de hoje tinham novamente como foco a reforma trabalhista do governo, que começará a ser debatida no parlamento na terça-feira, e da qual os sindicatos convocantes exigem o cancelamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos