Bolsas

Câmbio

Petrobras vende filiais em Argentina e Chile

Rio de Janeiro, 3 mai (EFE).- A Petrobras anunciou nesta terça-feira a venda de seus ativos em Argentina e Chile como parte de seu plano de desinvestimentos provocado pela grave crise que afeta a empresa.

Os ativos na Argentina foram vendidos à Pampa Energia por US$ 892 milhões, e os do Chile ao fundo Southern Cross por US$ 490 milhões, segundo dois comunicados da companhia enviados à bolsa.

A operação na Argentina inclui a venda de 67,19% da participação que a Petrobras tinha na Petrobras Argentina (Pesa), mas exclui duas grandes jazidas de gás em Río Neuquén (Argentina) e na Bolívia, segundo um comunicado.

A companhia ficará com os 33,6% que possui na concessão de Río Neuquén - áreas com grande potencial de produção de gás natural -, assim como com 100% de sua participação em Colpa Caranda, campos de produção de gás natural na Bolívia.

No Chile, a Petrobras vendeu 100% de sua subsidiária ao fundo de investimentos Southern Cross, que administra ativos por US$ 2,9 bilhões em diferentes setores industriais e de logística na América Latina, segundo um comunicado da companhia petrolífera.

A PCD é a companhia de distribuição de combustíveis da Petrobras no Chile e possui 279 postos de serviço, além de oito terminais próprios de distribuição, operações em 11 aeroportos, participação em duas empresas de logística e uma planta de lubrificantes.

As duas operações dependem da aprovação dos conselhos de administração das empresas envolvidas e dos órgãos reguladores.

O plano de desinvestimentos da Petrobras iniciado no ano passado prevê a venda de ativos por US$ 15,1 bilhões até o final deste ano. EFE

mp/id

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos