Bolsas

Câmbio

França oferece ajuda ao Egito após desaparecimento de avião da Egyptair

Paris, 19 mai (EFE).- O presidente da França, François Hollande, falou com o governante egípcio, Abdel Fatah al Sisi, sobre o avião desaparecido durante a madrugada desta quinta-feira quando fazia o trajeto entre Paris e a cidade do Cairo, um incidente do qual as autoridades francesas "não descartam nenhuma hipótese".

"(Os presidentes) Decidiram cooperar estreitamente para determinar o mais rápido possível as circunstâncias deste desaparecimento", informou a presidência francesa em comunicado sobre a conversa entre Hollande e Sisi.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, acrescentou pouco depois que "nenhuma hipótese pode ser descartada sobre as causas deste desaparecimento".

A companhia aérea Egyptair informou hoje que no Airbus A320 desaparecido havia 30 cidadãos egípcios e 15 franceses, entre outras nacionalidades.

"É preciso ser prudente. O centro de crise do Ministério das Relações Exteriores ativou sua célula de crise para obter a lista de passageiros", disse Valls à emissora "RTL".

O chefe de governo francês acrescentou que o aeroporto parisiense de Roissy, do onde partiu o avião, também acionou sua própria célula de crise e iniciou o atendimento às famílias que buscam informações sobre seus parentes que estavam a bordo da aeronave.

"O mais importante, além das causas do desaparecimento, é acolher as famílias de todas as vítimas", disse Valls, que destacou que a França está disposta a participar das buscas junto com as autoridades egípcias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos