Bolsas

Câmbio

Jornal cria polêmica na Itália ao presentear leitores com livro de Hitler

Roma, 11 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, e a comunidade judaica na Itália mostraram mal-estar neste sábado depois que o jornal italiano "Il Giornale" presenteou seus leitores com o livro "Mein Kampf" ("Minha luta"), no qual Adolf Hitler escreveu os princípios da ideologia que sustentou o Terceiro Reich.

"Fique perplexo que um jornal italiano tenha presenteado seus leitores hoje com o livro 'Mein Kampf', de Hitler. Meu abraço forte à comunidade judaica", escreveu Renzi em seu perfil do Twitter.

"É um fato lamentável", declarou o presidente das Uniões das Comunidades Hebraicas italianas, Renzo Gattegna.

"Fomos surpreendidos pela decisão de 'Il Giornale' de dar de presente 'Mein Kampf'. Se tivessem pedido, teríamos aconselhado distribuir outro livro muito mais adequado para estudar e compreender o Holocausto", disseram fontes da embaixada de Israel em Roma ao jornal "Corriere della Sera".

Mas a polêmica no país se estendeu também a todos os setores da política, tanto que a presidente da câmara dos Deputados, Laura Boldrini, qualificou a decisão de "grave" e sustentou que "a memória merece respeito".

"Lamentável e indecente", disse por sua vez o prefeito de Turim, Piero Fassino, enquanto para o membro do Partido Democrata Matteo Mauri esta decisão "propicia a criminalidade".

Por sua vez, o jornal italiano justificou sua iniciativa explicando que é fundamental "aprender com os erros do passado" e argumentou que se querem "compreender os crimes do nazismo, então é preciso ler 'Mein Kampf'".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos