Dow Jones fecha em alta de 0,53%

Nova York, 16 jun (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em alta de 0,53%, resultado que interrompeu uma sequência de cinco quedas consecutivas.

Ao final do pregão,o principal indicador da Bolsa de Nova York subiu 93,93 pontos, para 17.733,10. O seletivo S&P 500 subiu 0,31%, até 2.077,99, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,21%, até 4,844,92.

Os operadores no pregão nova-iorquino protagonizaram uma sessão de muita volatilidade que começou com perdas pronunciadas após a decisão do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) e do Banco Central do Japão de não subir as taxas de juros.

Também não ajudou a incerteza há dias instalada nos mercados perante uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE), conhecida como "Brexit", quando os britânicos votarão no referendo do dia 23 de junho.

No entanto, na última hora de contratações os ânimos começaram a mudar e no final os três indicadores de referência de Wall Street fecharam com lucro, o que permitiu ao Dow Jones interromper uma sequência de cinco quedas consecutivas.

Os setores em Wall Street fecharam divididos entre os avanços dos de telecomunicações (0,40%), financeiro (0,35%), industrial (0,21%) e tecnológico (0,17%) e os descensos dos de matérias-primas (-0,21%) e energético (-0,20%).

Merck (2,51%) e Dupont (1,76%) lideraram os lucros entre os 30 componentes do Dow Jones do Dow Jones, seguidas por Microsoft (1,41%), 3M (1,27%), Verizon (1,17%), Exxon Mobil (1,16%), Unitedhealth (1,02%) e General Electric (0,92%).

Também fecharam em alta Travelers (0,84%), American Express (0,83%), Cisco Systems (0,77%), Coca-Cola (0,77%) e Home Depot (0,66%), enquanto ao outro lado ficaram no vermelho Nike (-1,55%), Boeing (-0,61%), Pfizer (-0,11%) e Caterpillar (-0,11%).

No fechamento do pregão, o petróleo do Texas descia a 46,19 dólares, o ouro retrocedia a 1.283,5 dólares, a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos cedia ao 1,576 % e o dólar ganhava terreno ao euro, que se mudava a 1,1236 dólares.

Em outros mercados, o ouro caía para US$ 1.283,5 a onça, enquanto a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos recuava até 1,576%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos