Bolsas

Câmbio

Paes nega que crise do Estado esteja relacionada aos Jogos Olímpicos

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), afirmou neste domingo (19) que a situação de "calamidade pública" decretada na última sexta-feira pelo governador em exercício, Francisco Dornelles, "não tem nada a ver" com a realização dos Jogos Olímpicos, que começarão em 5 de agosto.

"As dificuldades que o Estado passa não têm nada a ver com a Olimpíada, que permitiu fazer muita coisa no Rio", disse o prefeito durante a inauguração do Túnel Prefeito Marcello Alencar, na Zona Portuária do Rio e considerado o maior túnel subterrâneo do país.

Faltando menos de dois meses para o iniciou dos Jogos, o estado do Rio se encontra imerso em uma das maiores crises financeiras de sua história, o que levou Dornelles a decretar estado de "calamidade pública" administrativa e que permite a adoção de medidas excepcionais.

Paes ainda aproveitou o evento para defender a importância do investimento privado na construção de infraestruturas.

"Acho que a gente conseguiu fazer um volume de investimentos que deve ser a lógica do Brasil, que não deve achar que o Tesouro vai pagar tudo", disse o prefeito em referência às infraestruturas do projeto olímpico que foram construídas na cidade nos últimos anos e que contaram com grande investimento privado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos