Bolsas

Câmbio

Lufthansa e tripulação de cabine chegam a acordo para evitar novas greves

Frankfurt (Alemanha), 5 jul (EFE).- A companhia aérea alemã Lufthansa acordou com o sindicato UFO, que representa tripulantes de cabine, um aumento salarial e uma garantia de emprego até 2021, o que deve evitar novas greves nos próximos anos.

A Lufthansa informou nesta terça-feira que ambas as partes aceitaram em Berlim as recomendações do mediador, papel exercido pelo antigo presidente do Estado federado de Brandemburgo Matthias Platzeck.

Após a greve mais longa da história da companhia no ano passado, o acordo previsivelmente evitará que a tripulação de cabinee da Lufthansa evite novas interrupções nos próximos anos.

A companhia aérea alemã e o sindicato pactuaram um aumento salarial escalonado de 1% a partir de outubro deste ano e de 2% adicional em janeiro de 2018.

O acordo será efetivo até o final de junho de 2019, segundo disse a Lufthansa.

Além disso, foi acordado um novo sistema de pensões mais competitivo para a Lufthansa, que se compromete a pagar pré-aposentadorias a partir dos 55 anos.

Os novos empregados não terão contribuições da Lufthansa ao sistema de pensões durante os cinco primeiros anos de trabalho.

Os 19 mil auxiliares de voo já receberam também um pagamento extraordinário único de 3 mil euros.

Ambas as partes disseram que acordaram mecanismos de resolução de problemas para evitar greves no futuro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos