Bolsas

Câmbio

Odebrecht Agroindustrial conclui processo de reestruturação de capital

São Paulo, 5 jul (EFE).- A Odebrecht Agroindustrial anunciou que concluiu nesta terça-feira seu processo de reestruturação de capital, que contempla uma capitalização do grupo Odebrecht S.A. de aproximadamente R$ 6 bilhões na subsidiária.

Do valor total, R$ 2 bilhões serão realizados por meio de aporte de ativos, e R$ 4 bilhões em aporte financeiro, sendo que, destes, R$ 2,5 bilhões serão destinados exclusivamente para redução imediata do endividamento da empresa.

"A operação permitirá à Odebrecht Agroindustrial reforçar seu compromisso com o setor, aumentando continuamente nossa moagem de cana-de-açúcar, aprimorando nossa capacidade industrial e produtiva e garantindo, assim, a manutenção do emprego de nossos 12 mil Integrantes, suas famílias e comunidades", afirmou Luiz de Mendonça, presidente da Odebrecht Agroindustrial, em comunicado.

Alexandre Perazzo, Diretor Financeiro da subsidiária, disse também na nota que "a operação permite, além da redução do índice de alavancagem, a adequação dos prazos dos financiamentos com a capacidade de geração de caixa da empresa por meio do alongamento da dívida para 13 anos".

Ainda segundo a Odebrecht Agroindustrial, "esse aporte se dará apesar da grave crise econômica enfrentada pelo país e pelo setor sucroenergético, uma das piores de sua história, reflexo sobretudo da política governamental dos últimos anos, marcada pela retirada da CIDE e pelo controle de preços dos combustíveis".

"Além disso, ajudará o Brasil a atingir a meta firmada em acordo durante a COP21 para o aumento da participação dos combustíveis de origem renovável na economia global", acrescenta o comunicado.

"A Organização Odebrecht sempre acreditou na importância do setor e na sua recuperação no longo prazo. Nos últimos anos, os acionistas fizeram movimentos importantes para permitir a manutenção dos investimentos da empresa num cenário de crise setorial e que nos ajudaram a restabelecer nosso equilíbrio financeiro", ressaltou Mendonça.

Na safra 2015/2016, a Odebrecht Agroindustrial atingiu a moagem recorde de 29,2 milhões de toneladas de cana, o que representa um crescimento superior a 20%. No ciclo atual, a empresa espera atingir uma moagem de 31 milhões de toneladas, com a produção de 2,1 bilhões de litros de etanol e 630 mil toneladas de açúcar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos