Dow Jones fecha em alta de 0,44%

Nova York, 6 jul (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quarta-feira em alta de 0,44%, apoiado na alta do preço do petróleo e nas atas da última reunião do Federal Reserve (Fed).

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 78 pontos, para 17.918,62. O seletivo S&P 500 subiu 0,54%, para 2.099,73 pontos, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,75% e fechou aos 4.859,16.

Após iniciar a sessão em baixa, o pregão mudou de rumo por volta da metade da jornada, estimulado pela divulgação de dados favoráveis sobre a atividade no setor não manufatureiro americano em junho e por uma recuperação dos preços do petróleo.

A valorização no pregão nova-iorquino se consolidou com a divulgação das atas da reunião do Fed de 14 e 15 de junho, que ressaltaram que o banco central dos EUA aposta na "flexibilidade" do ajuste monetário que promove.

Antes dessa reunião, o Fed se mostrava disposto a elevar as taxas de juros, após vários adiamentos, mas mudou de ideia diante do inesperado fraco índice de geração de empregos em maio e das dúvidas sobre a então iminente votação sobre o referendo realizado no Reino Unido para decidir sobre a permanência ou não do país na União Europeia (UE).

A incerteza pelo chamado "Brexit" provocou ontem quedas em Wall Street, com os investidores apostando em valores seguros como títulos da dívida pública.

Hoje, no entanto, alguns dos setores considerados habitualmente como apostas mais arriscadas registraram altas significativas, como o de saúde (0,93%) e o tecnológico (0,45%).

No Dow Jones, as ações da Merck subiram 2%, a principal alta do dia, seguida pelas dos títulos de Home Depot (1,72%), Cisco Systems (1,38%), Exxon Mobil (1,15%) e Nike (1,09%). Já as quedas mais acentuadas foram dos papéis de Dupont (-1,76%), Verizon (-0,82%), Procter & Gamble (-0,48%) e Coca-Cola (-0,35%).

No fechamento do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.365,50, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos subia para 1,376%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos