Bolsas

Câmbio

Brasil se candidata a entrar no Club de Paris

Paris, 1 set (EFE).- O recém-empossado ministro de Economia e Finanças da França, Michel Sapin, disse nesta quinta-feira que o Brasil manifestou interesse de integrar o Club de Paris, uma organização informal que reúne os principais credores públicos, e a China está estudando a possibilidade de fazer o mesmo.

Depois da entrada da Coreia do Sul em junho, o Club de Paris "poderia continuar se ampliando e isso é bom", afirmou ele em entrevista coletiva, adiantando que a questão será abordada na Cúpula do G20 que começa no próximo domingo na China. Ele ressaltou que a incorporação de países emergentes se deve ao fato de que cada vez mais estarem envolvidos em empréstimos.

O Ministério das Finanças da França abriga o secretariado do Club de Paris criado há 60 anos e que conta, atualmente, com 21 Estados-membros, tais como Áustria, Alemanha e Japão. Sua missão é negociar coletivamente com países devedores para, entre outras situações, evitar graves crises.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos