Bolsas

Câmbio

Bayer acerta compra da Monsato por US$ 66 bilhões

Frankfurt (Alemanha), 14 set (EFE).- A companhia alemã Bayer informou nesta quarta-feira que vai comprar a fabricante americana de transgênicos Monsanto por US$ 66 bilhões, após aumentar sua oferta, criando a maior companhia de sementes e adubos do mundo.

Bayer e Monsanto assinaram um acordo de fusão vinculativa que permitirá à alemã comprar a americana a um preço de US$ 128 por ação em dinheiro.

A Bayer tem uma fração de mercado de produtos químicos de 18% e a Monsanto de 26% do mercado.

O conselho de administração da Monsanto, assim como a junta diretória e o conselho de supervisão da Bayer aprovaram a operação, acrescentou a companhia alemã em comunicado.

O preço de compra de US$ 128 por ação representa um prêmio de 44% com relação ao preço das ações de Monsanto no fechamento da negociação de 9 de maio, o dia anterior da primeira oferta por escrito da Bayer.

A primeira oferta da alemã a Monsanto foi em maio de US$ 122 por ação em dinheiro e desde então a alemã subiu o preço em várias ocasiões até os US$ 128.

"Nos alegramos muito de poder anunciar a fusão de nossas excelentes empresas. Esta decisão é um passo importante para nossa divisão de agroquímica Crop Science e consolida a posição da Bayer como empresa global e inovadora de ciências da vida", disse o presidente da junta direção desta última, Werner Baumann.

"Com esta transação alcançamos um notável valor para nossos acionistas, clientes, empregados e para a sociedade", acrescentou Baumann.

O presidente e diretor-executivo de Monsanto, Hugh Grant, destacou que "o anúncio de hoje é a confirmação de tudo o que alcançamos e do valor que conseguimos para os acionistas" da fabricante americana.

A Bayer prevê financiar a transação mediante uma combinação de capital próprio e externo.

A companhia alemã realizará uma ampliação de capital e tem garantido um financiamento de US$ 57 bilhões dos bancos Merrill Lynch, Credit Suisse, Goldman Sachs, HSBC e JP Morgan.

A sede central da divisão de sementes da empresa fusionada e a central na América do Norte do negócio da agroquímica Crop Science estará em St. Louis (Missouri, EUA.), enquanto a área de produtos fitossanitários e a divisão Crop Science em sua totalidade estará na cidade alemã de Monheim.

A Crop Science fatura cerca 10 bilhões de euros anuais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos