Bolsas

Câmbio

Uruguai supera Brasil e Argentina em índice de competitividade global

Montevidéu, 30 set (EFE).- O Uruguai ocupa a 73ª posição no índice de competitividade global elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, o que localiza o país acima de Brasil e Argentina que ocupam os lugares 75 e 106, respectivamente, sublinharam nesta sexta-feira fontes oficiais uruguaias.

O presidente do Banco Central do Uruguai (BCU), Mario Bergara, manifestou, em declarações divulgadas pelo portal de presidência uruguaio, que o país "concorda" com a situação de competitividade com relação ao resultado do relatório.

"Sentimos que, seguindo esta evolução global da cotação do peso uruguaio com relação do dólar e vendo como evolui a taxa de câmbio em nossos concorrentes e parceiros comerciais, estamos relativamente confortáveis com a situação", expressou.

Bergara explicou que a evolução taxa de câmbio nestes últimos anos foi muito volátil e a intervenção do BCU no mercado cambial local foi fundamental para atenuá-la.

Neste sentido, o hierarca reiterou sua conformidade com a situação de competitividade ao observar a evolução global da cotação do peso uruguaio com relação ao dólar, em comparação com a evolução da taxa de câmbio em seus concorrentes e parceiros comerciais,

"Manter esse contexto de flexibilidade cambial continua sendo a melhor opção para contribuir com todos os objetivos da política econômica", acrescentou.

Além disso, destacou que a decisão do Federal Reserve dos Estados Unidos de não subir as taxas de juros, se deve ao fato da economia do país ter uma dinâmica menor do que a prevista e isso evita o fortalecimento do dólar, que no Uruguai levaria a uma maior desvalorização do peso uruguaio.

Por outro ladoe, Bergara manifestou que a suavização da desvalorização da taxa de câmbio por causa da decisão do Federal Reserve, contribuiu para que a inflação do Uruguai desacelerasse.

Desde o início de agosto, o peso uruguaio ganhou cerca de 4,4% por isso que o dólar atualmente ronda os 28 pesos, apesar de alguns economistas locais vaticinarem que para o fim do ano alcançaria entre 35 e 38 pesos.

O indicador do Fórum Econômico Mundial abrange 140 países e analisa diversos aspectos, como educação, infraestrutura, eficiência do mercado, desenvolvimento tecnológico.

O índice de Competitividade Global é liderado pela Suíça, Cingapura e Estados Unidos.

O Uruguai está no posto 73, e na América Latina é superado pelo Chile (35), Colômbia (61) e Peru (69).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos