Samsung cai 6% em Seul após suspensão de vendas do Galaxy Note 7

Seul, 11 out (EFE).- As ações de Samsung Electronics caíram nesta terça-feira 6% na Bolsa de Seul, após anúncio da suspensão global de vendas e substituições de seu smartphone Galaxy Note 7 por conta do perigo de explosões espontâneas por causa de defeitos nas baterias.

Por volta das 11h30 (hora local), o preço dos títulos do gigante tecnológico sul-coreano caiu 6,01% até os US$ 1.413.

O gigante sul-coreano da eletrônica anunciou ontem a suspensão das vendas do Galaxy Note 7 em todo mundo, enquanto trabalhava com as autoridades reguladoras para resolver a situação.

A Samsung começou a vender o telefone no último dia 19 de agosto, mas no início de setembro anunciou um recall sem precedentes após receber relatos de mais de 30 de casos de combustão espontânea em aparelhos em diversos países.

O recall foi seguido em meados de setembro pela entrega de modelos substitutos, mas vários veículos de comunicação informaram que estes também sofreram incêndios na Coreia do Sul, nos Estados Unidos e em Taiwan.

Além disso, a empresa pediu para que os proprietários dos aparelhos deixem de usá-los por segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos