Bolsas

Câmbio

Produção de petróleo da Opep atinge novo máximo em setembro

(Corrige segundo parágrafo).

Viena, 12 out (EFE).- Os 14 países-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) continuaram abrindo suas torneiras e extraíram juntos 33,4 milhões de barris diários (mbd) de petróleo no mês de setembro, o que marca um novo recorde histórico.

Em seu relatório mensal divulgado nesta quarta-feira, a Opep revelou esse volume de produção, que supera em 220 mil barris diários o nível de agosto.

O relatório mantém quase sem mudanças sua previsão sobre o crescimento do consumo de petróleo no planeta para este ano e o próximo, que inclui uma desaceleração em 2017.

Os dados do documento confirmam que o mercado segue com excesso de oferta, um fator que desde meados de 2014 pressiona para baixo os preços do barril e está levando os países produtores a tentarem um acordo para limitar a produção da commodity.

A Agência Internacional da Energia (AIE) advertiu ontem, em seu relatório mensal, que o excesso de petróleo no mercado vai se prolongar em 2017, a menos que a Opep reduza sua produção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos