Bolsas

Câmbio

BID aprova empréstimo de US$ 100 milhões para gestão de resíduos em Brasília

Washington, 3 nov (EFE).- O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou nesta quinta-feira um empréstimo de US$ 100 milhões para a melhoria da gestão dos resíduos sólidos e da qualidade do meio ambiente em Brasília.

Com este segundo empréstimo em apoio ao Plano Diretor de Ordenamento Territorial, será financiada a reabilitação e ampliação de duas usinas de compostagem e a construção de sete unidades de separação de resíduos sólidos, segundo a nota de imprensa do BID.

O projeto também permitirá duplicar, até o total de 4.500, a quantidade de novos imóveis com acesso domiciliar a água potável, saneamento e tratamento de águas residuais.

Além disso, 2.500 lares serão beneficiados com uma nova rede de águas e esgoto pluvial e outros tantos contarão com nova pavimentação.

O programa respaldado pelo BID contempla também a construção de 560 novas residências para famílias de baixa renda que atualmente ocupam assentamentos informais, em particular o Condomínio Pôr do Sol.

Além disso, um dos eixos do programa é apoiar o fechamento definitivo do lixão do Jóquei, que recebe quase 95% dos resíduos sólidos do Distrito Federal, mas que não cumpre com os padrões de um aterro sanitário.

O projeto também prevê a criação de até 1.630 os postos de trabalho nas unidades de separação de resíduos sólidos e o plantio de 5 mil árvores.

O empréstimo de US$ 100 milhões, procedente do Capital Ordinário do Banco, é um termo de 25 anos com um período de carência de cinco anos e meio e contará com US$ 50 milhões em fundos de contrapartida local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos