Bolsas

Câmbio

Solicitações de patentes chegaram a quase 3 milhões em 2015, diz relatório

Genebra, 23 nov (EFE).- Os inventores apresentaram quase 3 milhões de solicitações de patentes em 2015, um número 7,8% maior que em 2014, graças ao impulso da China, que pediu o registro de 1 milhão de processos, segundo o relatório anual da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI) apresentado nesta quarta-feira.

O relatório "Indicadores Mundiais de Propriedade Intelectual" informa que os inovadores de todo o mundo apresentaram 2,8 milhões de solicitações de patentes em 2015 e que este foi o sexto ano consecutivo de evolução.

O crescimento de 7,8% entre 2014 e 2015 foi superior ao aumento de 4,5% entre 2013 e 2014, segundo o texto.

As solicitações apresentadas por residentes, ou seja, as solicitadas pelos inovadores para obter proteção em seus países de origem, representaram cerca de dois terços do total de 2015.

O escritório de patentes da China recebeu 1.101.864 de solicitações em 2015, e passou a ser o primeiro a receber mais de 1 milhão de processos em apenas um ano. Estão incluídas nesse número tanto as solicitações apresentadas por residentes na China, como as de inovadores de outros países que desejam obter proteção de patente no país asiático.

O número de pedidos na China equivale praticamente ao somatório dos outros três países que lhe seguem na lista: Estados Unidos (589.410), Japão (318.721) e Coreia do Sul (213.694).

Junto com o Escritório Europeu de Patentes (EPO, sigla em inglês), que apresentou 160.028 solicitações, os cinco principais escritórios representaram juntos 82,5% do total de registros de patentes apresentados no mundo.

Entre esses cinco escritórios, o da China (18,7%) registrou o crescimento mais rápido, seguido pelo EPO (4,8%).

Os solicitantes dos EUA apresentaram o maior número de solicitações no exterior (237.961), o que representa um aumento de 6%, seguidos pelos do Japão, cujo número diminuiu 2,3%, e foi de 195.446.

O setor de tecnologia da informática (7,9% do total) foi o com maior percentual de solicitações de patentes no mundo todo, seguido pelos de máquinas eletrônicas (7,3%) e comunicações digitais (4,9%).

Em 2015, foram concedidas aproximadamente 1,24 milhão de patentes, o que representa um aumento de 5,2% em relação a 2014 e o índice de crescimento mais rápido desde 2012.

Isso ocorreu principalmente devido ao aumento das patentes concedidas na China, que expediu 359.316 em 2015, superando os Estados Unidos (298.407) como o maior escritório em número de patentes expedidas.

As solicitações de registro de marcas aumentaram em 15,3%, situando-se em cerca de 6 milhões em 2015, enquanto as solicitações de registro de desenhos industriais aumentaram em 2,3%, para 872.800.

A China (com 2,83 milhões) foi de longe o país no qual aconteceu a maior atividade de apresentação de solicitações de registro de marcas em 2015, seguido por Estados Unidos (517.297), União Europeia (366.383), Japão (345.070) e Índia (289.843).

A respeito aos desenhos industriais, o crescimento foi ocasionado principalmente pelo aumento das solicitações apresentadas na China, na Coreia do Sul e nos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos