Bolsas

Câmbio

Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq fecham com novos recordes históricos

Nova York, 9 dez (EFE).- Os indicadores Dow Jones Industrial, o seletivo S&P 500 e o índice composto do mercado Nasdaq terminaram o pregão desta sexta-feira em Wall Street com novos recordes históricos pelo segundo dia consecutivo.

Ao final do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York subiu 0,72%, ficando com 19.756,85 pontos. Já o S&P 500 avançou 0,59%, para 2.259,53, e o Nasdaq teve valorização de 0,5% e chegou a 5.444,50 pontos.

Wall Street encadeou assim seu segundo dia consecutivo de triplo recorde e fechou sua melhor semana desde a vitória do magnata Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos no último dia 8 de novembro.

O Dow Jones acumulou nos últimos cinco dias uma forte ascensão de 3,06% e o S&P 500 terminou com um avanço semanal de 3,08 %, enquanto a situação foi ainda melhor para o Nasdaq, que fechou com uma alta de 3,59%.

O impressionante "rali" que Wall Street vive desde a vitória de Trump continuou nos dois dias graças à decisão do Banco Central Europeu (BCE) de prolongar os estímulos monetários até dezembro de 2017.

Agora todos os olhares estão postos na reunião de dois dias sobre política monetária que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) realizará na próxima semana, na qual os mercados dão quase como certo que será aprovado um aumento das taxas de juros nos EUA.

Quase todos os setores fecharam com altas, como o sanitário (1,31%), o tecnológico (0,55%), o industrial (0,36%), o energético (0,1%) e o financeiro (0,04%), enquanto as únicas baixas foram as do de matérias-primas (-0,85%) e de telecomunicações (-0,08%).

A multinacional Coca-Cola puxou os lucros no Dow Jones, com um forte avanço de 2,49%, após anunciar antes da abertura do pregão uma mudança na cúpula da companhia que será efetivada a partir de maio.

Também subiram mais de um ponto percentual Pfizer (2,46%), Merck (1,85%), Microsoft (1,57%), Apple (1,55%), 3M (1,48%) e Disney (1,43%), entre outros, enquanto os títulos com os piores resultados foram os de Caterpillar (-0,77%), Wal-Mart (-0,37%), American Express (-0,19%) e Visa (-0,18%).

Em outros mercados, a onça do ouro caía para US$ 1.160.6, enquanto a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos avançava até 2,474%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos