Bolsas

Câmbio

Gripe aviária faz Coreia do Sul sacrificar 16 milhões de aves em 1 mês

Seul, 16 dez (EFE).- A Coreia do Sul sacrificou 16 milhões de frangos e outras aves no último mês, número recorde que procura prevenir a expansão do pior surto de gripe aviária no país, confirmou o Ministério da Alimentação nesta sexta-feira.

O governo elevou ao máximo o nível de alerta contra o vírus H5N6, altamente patogênico, segundo um comunicado do Ministério divulgado pela imprensa local. Os esforços para combater à doença estão sendo especialmente difíceis durante este inverno por conta da constante entrada de aves migratórias, principal fonte da infecção. Os sacrifícios deste mês representariam mais de 8% do total da criação de aves sul-coreanas.

O H5N6 foi detectado pela primeira vez em 16 de novembro nos sedimentos de pássaros migratórios em Haenam, no extremo sul do país. Esse é o primeiro surto de gripe aviária na Coreia do Sul desde abril deste ano, quando 12 mil aves de criação precisaram ser sacrificadas.

Em 2014, as autoridades mataram mais de 14 milhões de animais, causando grandes perdas para o setor, na pior epidemia deste tipo até agora. No final de 2015, a Coreia do Sul tinha 155 milhões de frangos e 8,7 milhões de patos de criação.

A transmissão do H5N6 entre humanos não é frequente, com poucos casos detectados na China.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos