Bolsas

Câmbio

Venezuelanos rompem cordão de segurança e cruzam fronteira com a Colômbia

Bogotá, 17 dez (EFE).- Dezenas de venezuelanos romperam neste sábado o cordão de segurança da Guarda Nacional Bolivariana e passaram a fronteira pela ponte internacional Francisco de Paula Santander que liga a colombiana Cúcuta com a venezuelana Ureña, para comprar remédios e alimentos, informou a imprensa local.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou na quinta-feira passada o fechamento da fronteira com a Colômbia "e com o Brasil" para encerrar o que denominou de "luta contra as máfias" que traficam com a moeda venezuelana.

As pessoas que conseguiram passar neste sábado pela fronteira buscam principalmente comida e remédios, que ficam escassos em uma Venezuela que também sofre porque o povo não pode utilizar nem trocar as notas de 100 bolívares, que são as que mais circulam.

"Reunimo-nos perante a necessidade de atravessar a fronteira e comprar alimentos em Cúcuta e aconteceu uma pequena discussão com os guardas e conseguimos passar", disse uma venezuelana à "Radio Caracol".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos