ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Itaipu fecha 2016 com nova marca histórica em ano de recordes

01/01/2017 13h13

Assunção, 1 jan (EFE).- A hidrelétrica de Itaipu, compartilhada por Brasil e Paraguai, fechou 2016 com uma produção histórica de 103.098.366 milhões de megawatts-hora, em um ano de recordes para a represa, que em dezembro superou a chinesa Três Gargantas como maior geradora de energia do mundo.

A hidrelétrica ressaltou neste domingo o alto nível de manutenção de suas unidades geradoras, que alcançaram 96% de eficiência, superior aos 94% que eram a meta do Conselho de Administração, segundo o comunicado da hidrelétrica.

Além disso, foi destacado a eficiente gestão do fluxo de água, que permitiu transformar em energia elétrica 97% do volume hídrico.

De acordo com o comunicado, o resultado deixa "um legado que ficará no tempo por ser a primeira hidrelétrica no mundo a conseguir os nove dígitos quanto aos números de produção anual".

No dia 20 de dezembro, a hidrelétrica de Itaipu se tornou a primeira do mundo a atingir a produção de 100 milhões de megawatts-hora.

Com isso, superou sua própria marca de produção anual de energia e bateu o recorde mundial que era da represa chinesa das Três Gargantas, que em 2014 gerou 98,8 milhões de megawatts-hora.

Desde 1985 até 2013, a hidrelétrica pagou cerca de US$ 10 bilhões em royalties a Brasil e Paraguai.

Atualmente, a hidrelétrica abastece 18% do mercado de energia elétrica do Brasil, quatro pontos percentuais a mais que no ano passado, e 82% do mercado paraguaio, contra 75% em 2015.

Mais Economia