Fed inicia 1ª reunião com Trump como presidente dos EUA

Washington, 31 jan (EFE).- O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, iniciou nesta terça-feira sua primeira reunião de 2017 sobre política monetária e também a primeira desde a posse de Donald Trump como presidente do país, na qual analisará o ritmo de alta de taxas de juros.

O encontro de dois dias de duração do Comitê Federal de Mercado Aberto do Fed será concluído amanhã às 14h (hora local; 16h de Brasília) com a divulgação do comunicado de política monetária. Desta vez, não está prevista uma entrevista coletiva da presidente da instituição, Janet Yellen.

Os mercados consideram que se o agressivo plano de estímulo fiscal de Trump através do corte de impostos e do aumento do investimento em infraestrutura e defesa for aprovado, o banco central americano se verá obrigado a acelerar o ritmo de ajustes monetários para evitar o superaquecimento da economia.

O Fed elevou em dezembro as taxas de juros à categoria atual de entre 0,5% e 0,75%. Aquele foi o segundo aumento do preço do dinheiro nos EUA em quase uma década.

Em relação a 2017, o Fed indicou que considera provável até três aumentos dos juros, como reflexo da melhoria da situação econômica do país, com a taxa de desemprego abaixo de 5% e a inflação se aproximando da meta anual a médio prazo de 2%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos