EUA dizem que novo NAFTA terá "bons aspectos" para o México

Washington, 7 mar (EFE).- O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, afirmou nesta terça-feira que a renegociação do Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (NAFTA) com o México terá "bons aspectos" para o país vizinho, e afirmou que "as primeiras fases" do processo estão em andamento.

"Renegociar o NAFTA vai a ter bons aspectos para o México, não será só uma carga" para o país vizinho, afirmou Ross em uma entrevista à emissora "CNBC".

O secretário americano ressaltou que o objetivo dos EUA é "tentar corrigir alguns dos erros originais do acordo", assinado em 1994 entre EUA, Canadá e México.

O presidente americano, Donald Trump, assegurou que a renegociação do NAFTA, acordo que qualificou de "desastre" para a economia de seu país, será uma das prioridades em seus primeiros meses na Casa Branca.

Trump e sua equipe pensam que o tratado está diminuindo empregos nos EUA por causa das empresas que se transferiram ao México para aproveitar as vantagens de uma mão-de-obra mais barata.

Além disso, Ross indicou que "estamos nas primeiras fases do processo de autorização legislativa" para começar a renegociação do acordo.

A vontade de Washington de modificar o NAFTA reduziu as perspectivas econômicas no México e afetou de maneira significativa o peso mexicano, que caiu notavelmente perante o dólar desde a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais.

Nesse sentido, na semana passada Ross apontou que a queda do peso se deve "ao medo do que acontecerá com o acordo" e mostrou sua "convicção de que, se chegarmos a um acordo muito sensato, (o peso mexicano) se recuperará significativamente".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos