Mais de 600 voos são cancelados em Berlim por greve em dois aeroportos

Berlim, 10 mar (EFE).- A greve dos funcionários de terra dos dois aeroportos de Berlim obrigou as companhias aéreas que operam em Tegel e Schönefeld a cancelarem um total de 659 voos nesta sexta-feira.

Cerca de 2 mil funcionários foram convocados à greve durante 25 horas a partir das 4h local (0h, em Brasília) de hoje pelo sindicato do setor serviços Ver.di, que reivindica melhoras salariais.

O protesto laboral está tendo um especial impacto entre os visitantes da ITB de Berlim, a maior feira de turismo, que hoje celebra seu último dia para profissionais e que nesta edição atraiu cerca de 10 mil expositores de 180 países e cerca de 100 mil visitantes.

Ver.di exige um aumento de um euro por hora, de 11 a 12 euros, para o pessoal de terra dos dois aeroportos de Berlim devido à forte carga de trabalho.

Os empregadores, por sua vez, ofereceram até o momento um aumento de 27 centavos por hora, alegando as difíceis condições de mercado nos dois aeroportos da capital alemã.

Desde a privatização da gestão dos aeroportos de Berlim há uma década, a concorrência aumentou consideravelmente, enquanto os salários caíram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos