Uruguai promove no Brasil fórum de investimentos para aproximar Mercosul e UE

São Paulo, 23 mar (EFE).- O Uruguai promoveu nesta quinta-feira no Brasil o Primeiro Fórum de Investimentos Europeus, que também acontecerá em junho em Montevidéu, um evento no qual a classe empresarial procura uma aproximação entre o Mercosul e a União Europeia para conseguir um acordo comercial, cujas negociações se arrastam por vários anos.

"No marco das negociações que estão acontecendo neste momento na Argentina, entre a União Europeia e o Mercosul, este fórum vai ajudar neste sentido", disse à Agência Efe Antonio Carámbula, diretor da agência de promoção de investimentos e exportações Uruguai XXI.

Carámbula, que apresentou o fórum ao empresariado brasileiro ao lado da cônsul geral uruguaia em São Paulo, Flavia Patricia Pisano, acredita que "num futuro imediato" a troca comercial e de investimentos entre o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) e a UE "será maior e se aprofundará".

"É o primeiro fórum europeu de investimento no Uruguai e no Mercosul. Em geral, a América Latina é um grande destino de investimentos europeus e o Uruguai, em particular, o é por ter um crescimento sustentado acima da média na América Latina nos últimos anos", apontou o diretor da agência.

Essa particularidade, segundo Carámbula, é consequência do "aumento do nível de exportações de bens e serviços e, sobretudo, pela chegada de investimento estrangeiro direto, e o investimento estrangeiro que vem da Europa é muito importante para o Uruguai".

"Esse crescimento e essa chegada de investimentos se explica por uma estabilidade política, social e econômica, uma segurança jurídica muito bem avaliada, uma lei de promoção de investimentos muito importante e pelo fato de ser um dos poucos países da região que possui grau de investimento", indicou o diretor da agência de promoção de investimentos e exportações.

Nesse sentido, Carámbula destacou que os "níveis de reinvestimento dos lucros", fruto dessa contribuição estrangeira, são também um "dos mais altos da região e isso se resume a uma só palavra, que é confiança".

O fórum, previsto para os dias 21 e 22 de junho, já foi promovido em um giro pela Europa, que passou por Alemanha, Finlândia, Itália, França e Espanha, e agora está sendo apresentado na região (Argentina e Brasil). "Em breve", segundo Carámbula, haverá outra apresentação do evento em Bruxelas por parte do vice-chanceler uruguaio, José Luis Cancela.

Na reunião, empresas europeias instaladas no Uruguai relatarão sua experiência no país sul-americano, o governo mostrará suas zonas francas e as vantagens de sua legislação em matéria comercial e oferecerá oportunidades de investimentos, como as dos setores de infraestrutura, energia, agricultura e serviços globais.

No caso de infraestrutura, Carámbula lembrou que existe um plano estatal que requereria investimentos de aproximadamente US$ 12 bilhões e, além disso, o país "se transformou em um líder de produção de energias renováveis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos